domingo, 14/04/2024
Banner animado
InícioSocialCIDADANIAACABOU O BLOQUEIO! com a chegada da Força Nacional os...

ACABOU O BLOQUEIO! com a chegada da Força Nacional os indígenas liberaram a pista

Banner animado

  SAM_7188 (Copy)             

  Os índios desbloquearam a BR-163, no trecho entre Nova Santa Helena e Itaúba, conforme informação da Polícia Rodoviária Federal. Mas vale informar que eles continuam irredutíveis em relação ao atendimento de suas reivindicações, assim garantem permanecer na área aguardando posição satisfatória a eles.

Pollyana AraújoDo G1 MT

                       O Ministério da Justiça havia autorizado o uso da Força Nacional de Segurança, pois os indígenas disseram que só iriam liberar a rodovia depois que a coordenadora da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), de Colíder, a 648 km da capital, Sanna Rochelle Aparecida Silva Sarmento, fosse exonerada do cargo. No entanto, o governo federal se recusou a exonerar a coordenadora a pedido dos índios.

Apesar da liberação, a PRF informou que a Força Nacional permaneceu no local para garantir que o trânsito ficará liberado. Durante os dias de interdição, filas quilométricas se formaram no trecho do km 943.

O cacique da tribo, Wantuil Maben-Grokrê, disse que a situação das comunidades no que diz respeito à saúde é caótica. “Ontem duas pessoas morreram nas aldeias por falta de remédios”, afirmou.

Entre as principais reivindicações dos indígenas estão a exoneração da coordenadora da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), Sanna Rochelle Aparecida Silva Sarmento, e melhorias na área da saúde. Eles reclamam, principalmente, da falta de medicamentos no Distrito Sanitário Especial de Saúde Indígena (Dsei) que atende as comunidades da região. “Não adianta ter médicos e não ter remédios”, reclamou.

Além disso, os índios das 39 aldeias da região cobram condições de transporte e reclamam da falta de combustível para os barcos e outros veículos usados pelas comunidades. Cerca de 2 mil índios vivem nessas aldeias.

Desde o início do protesto, os índios ocupam o prédio da Sesai de Colíder, a 648 km da capital, e, nesta quarta, quem atendeu o telefone da unidade foi o próprio cacique da tribo.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes