segunda-feira, 04/03/2024
Banner animado
InícioAGRONOTÍCIASAgronegócioAr frio traz risco de geada; algumas áreas podem ter chuva forte...

Ar frio traz risco de geada; algumas áreas podem ter chuva forte nos próximos dias

Banner animado
geada previsão do tempo

Confira as condições do tempo para os próximos dias e saiba como anda o desenvolvimento da segunda safra de feijão pelo país

Quinta-feira (20)

  • As chuvas mais volumosas devem ser registradas em Rondônia, na região central de Mato Grosso e em Goiás.
  • Nessas áreas, os volumes podem chegar a 70 mm.
  • O ar frio e seco predomina nas regiões Sul e Sudeste.
  • Isso traz potencial para geada fraca nos estados sulinos, oferecendo risco tanto para o milho segunda safra, quanto para a lavoura de feijão.
  • O tempo fica ensolarado no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina, no Paraná, em São Paulo, em Mato Grosso do Sul, no sul de Minas Gerais, de Goiás e de Mato Grosso, no Piauí e no sudeste do Pará.

Sexta (21) a terça-feira (25)

  • Os maiores volumes de chuva nos próximos dias, e que podem chegar a 150 mm, estão previstos para Amazônia, Roraima, Acre, Rondônia e sul da Bahia. Problemas nas operações em campo podem ocorrer nessas áreas, já que o solo se encontra bastante úmido.
  • Acumulados entre 15 e 30 mm são esperados no norte de Mato Grosso do Sul, em Mato Grosso, Goiás, Maranhão, Tocantins e sul do Piauí.
  • Nessas regiões, a chuva deve ajudar no desenvolvimento do milho segunda safra.
  • Na porção oeste do Pará, são esperadas chuvas de até 50 mm, enquanto na parte leste do estado os acumulados devem ficar em torno de 30 mm.
  • Esses índices no Pará são menores do que os das últimas semanas, contribuindo para a colheita da soja, que vem enfrentando problemas devido ao excesso de chuvas.
  • O tempo fica firme nos estados do Sul, São Paulo, sul de Mato Grosso do Sul e de Minas Gerais, Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba.

Temperaturas mínimas registradas em 20 de abril

  • General Carneiro (PR): 1,2 °C
  • Caçador (SC): 2,9 ºC
  • Lagoa Vermelha (RS): 3,2 ºC
  • Vacaria (RS): 3,3 ºC
  • Rancho Queimado (SC): 4,8 ºC
  • São Mateus do Sul (PR): 6 ºC

Desenvolvimento do feijão segunda safra

  • Na Bahia, o avanço na colheita das culturas de primeiro ciclo permitiu a intensificação da semeadura do feijão cores de segunda safra.
  • O feijão-caupi está todo semeado e seu desenvolvimento tem sido irregular, devido às condições climáticas oscilantes e à não utilização de irrigação.
  • Nos próximos dias, esperam-se volumes de 15 a 30 mm na Bahia, com exceção na região entre Guaratinga e Teixeira de Freitas, onde os acumulados podem chegar a 100 mm.
  • Em Minas Gerais, o plantio foi recém-finalizado. No geral, as lavouras apresentam boas condições, com relatos pontuais de ataques de lagartas, porém em nível de controle.
  • O tempo mais firme nos próximos dias favorece as operações de tratamentos fitossanitários na cultura no estado.
  • No Paraná, a colheita foi iniciada há pouco, e os grãos de feijão obtidos apresentam boa qualidade e rendimento.
  • Para as lavouras em campo, a condição se mantém favorável.
  • A tendência de tempo ensolarado nos próximos dias deve favorecer o avanço da colheita no território paranaense.
  • Em São Paulo, a semeadura está em fase inicial e apresenta atraso em razão da demora na colheita dos cultivos que precederam o feijão.
  • A tendência de tempo firme nos próximos dias em São Paulo deve favorecer o avanço da semeadura.
  • No Rio Grande do Sul, houve oscilação no clima, porém sem impacto momentâneo sobre as lavouras.
  • Há preocupação dos produtores gaúchos com a queda da temperatura e a baixa umidade no solo nos próximos dias, o que pode propiciar o desenvolvimento de doenças como o oídio, que causa desfolhamento precoce.
  • O tempo segue firme no Rio Grande do Sul, sem previsão de acumulados nos próximos dias.
  • Já em Santa Catarina, as chuvas esparsas têm garantido, minimamente, o atendimento da demanda hídrica, especialmente neste momento em que a maioria das lavouras está em fase reprodutiva.
  • Nos próximos dias, porém, o tempo segue ensolarado, sem previsão de acumulados de chuva, o que pode acarretar um stress hídrico a partir de maio nas lavouras catarinenses de feijão.

___________________

Canal Rural Clima: ouça o podcast diário sobre previsão do tempo e curiosidades meteorológicas. Apresentação de Pryscilla Paiva.

___________________

Saiba em primeira mão informações sobre agricultura, pecuária, economia e previsão do tempo. Clique aqui e siga o Canal Rural no Google News.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes