terça-feira, 21/05/2024
Banner animado
InícioINUSITADASBoliviano diz que foi enterrado vivo como sacrifício humano a Pachamama

Boliviano diz que foi enterrado vivo como sacrifício humano a Pachamama

Banner animado

MSN

       Um caso bizarro ocorrido na Bolívia vem causando espanto na web. Um homem foi oferecido como sacrifício humano e enterrado vivo. Segundo o jornal americano New York Post, o incidente chocante supostamente ocorreu durante o festival da Mãe Terra em El Alto, Bolívia, em 1º de agosto.

Víctor Hugo Mica Álvarez, de 30 anos, era um dos convidados do evento anual, que reúne grupos de indígenas se para adoração à deusa Pachamama Reprodução/Internet

© Reprodução/InternetVíctor Hugo Mica Álvarez, de 30 anos, era um dos convidados do evento anual, que reúne grupos de indígenas se para adoração à deusa Pachamama Reprodução/Internet

Víctor Hugo Mica Álvarez, de 30 anos, era um dos convidados do evento anual, que reúne grupos de indígenas se para adoração à deusa Pachamama (típica dos povos andinos), fazendo oferendas a ela.

+ ‘Maradona foi enterrado sem coração’, diz jornalista argentino

De acordo com o jornal, Álvarez diz que bebeu muito durante o festival e, em certo momento, desmaiou devido ao excesso de álcool. Horas depois, acordou com vontade de fazer xixi, mas percebeu que estava dentro de um caixão de vidro, coberto de terra.

“Nós fomos dançar. A única coisa que me lembro é que pensei que estava na minha cama e me levantei para fazer xixi, e não conseguia me mexer. Quando empurrei o caixão, mal quebrei o vidro e a terra começou a entrar. Mas consegui sair. Eu tinha sido enterrado”, conta o boliviano, citado pelo New York Post.

Após recuperar a consciência, Víctor Àvarez percebeu que havia sido transportado para Achacachi, a cerca de 80 km de onde estava bebendo no início do festival.

Apesar de ter relatado a situação a policiais, eles não acreditaram, considerando ser algo bizarro demais. Os agentes teriam dito que o rapaz aterrorizado ainda estava bêbado e ordenaram para que voltasse para casa até melhorar e ficar sóbrio, revela o New York Post.

Mas o boliviano insiste que não é mentiroso e logo compartilhou sua história com a imprensa local. Imagens que circulam nas redes sociais mostram Víctor Álvarez aparentemente ensanguentado e machucado após a suposta fuga do caixão.

O rapaz não tem dúvidas de que foi oferecido como sacrifício humano a Pachamama e declara: “Eles queriam me usar como sullu”. Esse termo se refere a qualquer item oferecido à deusa, com doces, plantas medicinais, ovos e minerais comumente entregues.

ARTIGOS RELACIONADOS
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes