terça-feira, 20/02/2024
Banner animado
InícioGeralEconomiaCONTROLE FINANCEIRO FALHA E DÓLAR VAI A TRÊS REAIS

CONTROLE FINANCEIRO FALHA E DÓLAR VAI A TRÊS REAIS

Banner animado

Pluma

Moeda dos EUA renovou cotação máxima em mais de dez anos.
Mercado reage às incertezas sobre a política de ajuste fiscal.

 

Do G1, em São Paulo

Trata-se da maior cotação de fechamento desde desde 19 de agosto de 2004, quando atingiu R$ 2,987.

Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de US$ 2,3 bilhões.

Escalada do dólar
Cotação de US$ 1, em R$
2,87922,83342,86812,88522,8562,89512,9282,9807valor23/0224/0225/0226/0227/0202/0303/0304/032,8252,852,8752,92,9252,952,9753
 

Na noite passada, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) surpreendeu o Executivo ao rejeitar a medida provisória 669, argumentando que ela não cumpria preceitos constitucionais. Pouco depois, o governo enviou um projeto de lei com urgência constitucional assinado pela presidente Dilma Rousseff para substituir a MP.

“A devolução da MP mostra que o governo vai ter mais dificuldade para fazer o ajuste fiscal e que vai ter barreiras políticas no caminho”, disse o economista da Tendências Rodolfo Oliveira.

A perspectiva de melhora da política fiscal vinha sendo uma luz no fim do túnel em meio ao cenário de contração econômica e inflação acima de 7%. À medida que se torna mais difícil para o governo cortar seus gastos, a pressão cambial também se intensifica.

“O dólar já estava em uma tendência de alta em função dos fundamentos deteriorados. Agora, há esse “a mais”, que é o cenário político conturbado dificultando a implementação do ajuste fiscal”, disse à Reuters o analista da WinTrade Bruno Gonçalves, que não tem expectativas de alívio no câmbio no curto prazo.

Com isso, cresce a ansiedade do mercado sobre o futuro do programa de intervenção do Banco Central no câmbio.

Intervenções do BC
O atual programa de leilões diários de swap cambial (equivalente a oferta futura de dólares) está marcado para durar até pelo menos o fim deste mês, e a sinalização de que o BC pretende rolar apenas parcialmente os contratos que vencem em 1º de abril já injetou incerteza no mercado.

“Isso tudo dá mais fôlego para o mercado testar o BC”, disse o operador de câmbio da corretora Intercam Glauber Romano. 

“Se não houvesse esta interferência do BC, o câmbio já deveria estar no patamar de R$ 2,90 há alguns meses”, explicou o professor do Insper Otto Nogami.

Nesta manhã, o BC deu continuidade às intervenções diárias, vendendo a oferta total de até 2 mil swaps, com volume correspondente a US$ 97,7 milhões. Foram vendidos 100 contratos para 1º de dezembro de 2015 e 1.900 para 1º de fevereiro de 2016.

O BC também vendeu a oferta total no leilão de rolagem dos swaps que vencem em 1º de abril. Até agora, foram rolados cerca de 11% do lote total, que corresponde a US$ 9,964 bilhões.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes