sábado, 24/02/2024
Banner animado
InícioNotíciasSaúdeCovid-19 matou mais de 180 professores e profissionais da educação em Mato...

Covid-19 matou mais de 180 professores e profissionais da educação em Mato Grosso

Banner animado
ReporterMT

No Estado, mais de 14 mil pessoas foram vítimas da doença, segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES).

          A covid-19 matou mais de 180 professores e profissionais da educação durante a pandemia, em Mato Grosso. Os dados foram divulgados pelo Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT).
180 foi o número de mortes registradas pelo sindicado oficialmente, entretanto, esse número pode ser ainda maior. No Estado, mais de 14 mil pessoas foram vítimas da doença, segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES).
         Para o dirigente do Sintep, Henrique Lopes, milhares de vidas poderiam terem sido salvas se a postura do governo, desde o início da pandemia, tivesse sido diferente e não houvesse tanta desinformação.
“Quatro de cada cinco mortes dessas que a gente teve poderiam ter sido evitadas se tivesse a vacina em tempo hábil para todos e, se não tivesse tanta desinformação para as pessoas, inclusive apostando em remédios sem eficácia comprovada. Infelizmente a política adotada pelos governos no início da pandemia foi a principal responsável por esse tanto de gente que perdeu a vida”, declarou.Somente no início do ano, mais de 30 profissionais da educação foram vítimas do vírus. Uma delas foi a Juliana Daletezze dos Reis, de 30 anos.
           Ela estava grávida de 5 meses quando foi diagnosticada com a doença no mês de julho.Professor do IFMT morre vítima da covid-19 após 20 dias internadoJuliana atuava em uma escola particular de Paranatinga (337km de Cuiabá). Ela morre 24 horas após diagnostico da covid e deixou marido e um filho de 5 anos.Lopes destacou que o dever daqueles profissionais que ficaram é honrar aqueles que já partiram.
      “Quero parabenizar os profissionais da educação pela chegada do final do ano. É muito bom estar vivo num contexto como o que vivemos, em meio a uma pandemia e dizer que a luta continua. Aqueles e aquelas que continuam por aqui, temos o dever de honrar aqueles que já se foram”, finalizou.Professor morre de covid sem saber que perdeu o pai pela doença em MT
Veja lista com alguns dos nomes de profissionais que perderam a vida para covid no Estado
1.Professor Jocelito Eraldo de Souza – Acorizal
2.Professor José Lopes, 62 anos – Carlinda
3.Professor Ademar Bispo de Araújo, 64 anos – Primavera do Leste
4.Professor (diretor de escola) Ronaldo Teodoro, 50 anos – Sinop
5.Professor Cláudio Cardoso Celestino, 43 anos – Poxoréo
6.Professor Ivair Ferreira Dias, 54 anos – Pedra Preta
7.Professor Manoel Xavier Filho, 51 anos – Juruena
8.Funcionária Edilvane Ferreira de Jesus, 39 nos – Várzea Grande
9.Professora Keila Alves Oliveira, 37 anos – Ribeirão Cascalheira
10.Professora Marynir Gonçalves de Queiróz – Barão de Melgaço
11.Professora Luzia Alves dos Santos, 51 anos – Barra do Bugres
12.Funcionária Josiane Loedil de Souza Santos, 49 anos – Poconé
13.Funcionária Ana Siqueira Leite, 39 anos – Itanhangá
14.Funcionário Roberto Moraes, 58 anos – Mirassol D’Oeste
15.Professor Donizeti Junkes de Souza, 47 anos – Aripuanã
16.Professora Mariuza Pereira Mota, 63 anos – Cuiabá
17.Professora Creusa da Silva Soares, 59 anos – Colniza
18.Profeossra Lázara Maria Pereira da Silva – Bom Jesus do Araguaia
19.Professora Dirlei Zafanato, 51 anos – Matupá
20. Matilde Fátima da Luz – Cáceres
ARTIGOS RELACIONADOS
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes