domingo, 21/04/2024
Banner animado
InícioNotíciasPolicialGerente de banco é preso por furtar quase R$ 100...

Gerente de banco é preso por furtar quase R$ 100 mil de correntistas

Banner animado
 Dinheiro apreendido pela PF na Operação Quéfren. Foto: Divulgação PF

   Na última quarta-feira (1º), um gerente de banco, de 22 anos de idade, foi preso pela equipe do Grupo de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes (Gref) da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), em Anápolis, Goiás. Segundo a Polícia Civil, o homem estava subtraindo valores das contas de correntistas da agência bancária onde trabalha. As informações são do site da corporação.

Ainda de acordo com a polícia, foi identificado que valores eram transferidos para a conta da namorada do gerente. A jovem, de 19 anos, é universitária e também acabou detida.

Na casa do gerente, que teria admitido ainda envolvimento com o tráfico de drogas, foi encontrado drogas ao lado de três balanças de precisão e embalagens próprias para a venda, razão pela qual ele também foi autuado pelo crime de tráfico de drogas.

O banco revelou que o prejuízo apurado, até o momento, ultrapassa R$ 92 mil, envolvendo várias contas de diversos correntistas de Anápolis. O crime ocorria, pelo menos, desde o mês de maio.

O homem, que foi autuado, se valia das facilidades conferidas pelo cargo de gerente para verificar a existência de contas sem movimentações recentes. Acreditando que as transações passariam desapercebidas, ele efetuava as operações criminosas em benefício de contas bancárias de amigos e de sua namorada, incluindo saques, transferências e até a tomada de empréstimos consignados não autorizados.

A prisão em flagrante ocorreu quando o gerente voltou das férias, ocasião em que ele efetuou movimentações no montante de R$ 8 mil, furtados da conta de um correntista que, quando contatado por outro funcionário da agência, informou não reconhecer aquelas transações.

O casal foi autuado pela prática dos crimes de associação criminosa e furtos qualificados pelo abuso de confiança, mediante fraudes em sistemas informáticos, delitos cujas penas podem alcançar 11 anos de reclusão. Já pelo crime de tráfico de drogas, a pena pode chegar a 15 anos de reclusão.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes