domingo, 21/04/2024
Banner animado
InícioNotíciasJustiça e VocêHospital terá que pagar R$ 70 mil para mãe que teve filha...

Hospital terá que pagar R$ 70 mil para mãe que teve filha trocada na maternidade

Banner animado

Prontuários médicos das duas gestantes comprovaram o erro 

Foto: José Aparecido de O. Leite/Google

Mulher descobriu o erro só oito anos depois; caso aconteceu em Itambacuri

 Do R7

            O Hospital Tristão da Cunha, em Itambacuri, no Vale do Rio Doce, foi condenado pela Justiça mineira a pagar R$ 70 mil para uma mulher que teve o bebê trocado na maternidade da instituição. Ela só descobriu o erro, que aconteceu em 2002, oito anos depois.

                A vítima, C.D.C, foi internada em maio daquele ano em trabalho de parto. Ela teve uma menina, que foi batizada como M.D.B.S. No entanto, em junho de 2010, foi intimada a comparecer no fórum da cidade para passar por um exame de DNA já que havia a possibilidade de que sua filha tivesse sido trocada na maternidade. A ação foi proposta por um lavrador que contestava a paternidade da outra criança, identificada como D.B.R.P, verdadeira filha de C.

                       A análise do exame confirmou a tese de que a criança não era filha do trabalhador rural e nem de sua mãe de criação, L.B.L. Diante dos fatos, o juiz Emerson Chaves Motta recolheu o prontuário médico de L. e a interrogou, já que havia indícios de que ela tivesse pegado a criança de outra pessoa para criar como sua. No entanto, um conjunto de provas comprovou que houve a troca dos bebês. 

Postada por JL Pindado Verdugo

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes