quarta-feira, 17/04/2024
Banner animado
InícioAGRONOTÍCIASAgronegócioIndea-MT não autoriza plantio excepcional de soja a partir de 1º de...

Indea-MT não autoriza plantio excepcional de soja a partir de 1º de setembro

Banner animado

As autorizaçõesde plantio excepcional de soja 2023/24em Mato Grosso para fins comerciais dentro do vazio sanitário “não possuem previsão legal de autorização” por parte doInstituto de Defesa Agropecuária do estado (Indea-MT). A medida vai na contramão do permitido pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), cujo intuito é mitigar o risco climático na cultura de algodão segunda safra.

A autorização foi expedida pelo Mapa no dia 16 de agosto, após solicitação de cultivo excepcional de soja no estado por parte da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa).

O calendário de semeadura da soja 2023/24 em Mato Grosso vai de 16 de setembro a 24 de dezembro, conforme estabelece a instrução normativa (IN) nº 1/2023, publicada no Diário Oficial do Estado que circulou nesta quinta-feira (31).

O diretor-técnico do Indea-MT, Renan Tomazele, afirma que a autorização de plantio excepcional para fins comerciais é válida “apenas via Superintendência Federal de Agricultura de Mato Grosso (SFA-MT)”.

lavoura de sojalavoura de soja

Foto: Wenderson Araujo/Trilux/CNA

De acordo com a IN, o Indea autoriza o plantio excepcional de soja apenas para fins específicos, como pesquisas de produção e científica, produção e multiplicação de sementes pré-genéticas de variedades de soja devidamente testadas, acompanhamento de avanços de gerações de linhagens de soja, unidades demonstrativas em feiras e eventos agropecuários

  • Mapa: nosso objetivo é despolitizar a calendarização de soja no Brasil

O plantio excepcional a partir de 1º de setembro ocorreria ainda durante o período de vigência do vazio sanitário estabelecido no estado, que é de 15 de junho a 15 de setembro.

“Então, o produtor que procurar o Indea para plantio excepcional para fins comerciais nós não iremos realizar a autorização. O produtor que tem interesse deve procurar a Superintendência Federal de Agricultura de Mato Grosso”, diz Tomazele.

Fiscalizações e penalidades

Conforme o diretor-técnico do Indea, quanto as atividades de fiscalização por parte da autarquia estas seguirão ocorrendo normalmente, como é realizado em todo o período de vazio sanitário.

“Os produtores que tiverem essa autorização da Superintendência Federal de Agricultura de Mato Grosso não terão penalidade. Porém, os que não tiverem e estiverem realizando o plantio sem as devidas autorizações aí sim terão aplicadas as penalidades da legislação de defesa agropecuária”.

Tomazele reforça que a questão do plantio excepcional é uma inovação do Ministério da Agricultura e Pecuária.

“Ele pode fazer esse tipo de autorização. Tecnicamente nós temos sim os nossos pontos de questionamentos quanto a essa antecipação, porém isso é uma competência do ministério e ele tem que fazer a sua justificativa técnica para isso. E nós vamos seguir aquilo que nós acreditamos que seja o correto”.

Clique aqui, entre em nossa comunidade no WhatsApp do Canal Rural Mato Grosso e receba notícias em tempo real.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes