terça-feira, 16/04/2024
Banner animado
InícioNotíciasPolicialInvestigado por roubo a agência bancária em MT é preso pela Polícia...

Investigado por roubo a agência bancária em MT é preso pela Polícia Civil em Vilhena

Banner animado

Policiais civis de Mato Grosso prenderam na noite de terça-feira (12.09), em Rondônia, um dos autores de um roubo a uma agência cooperativa de crédito na cidade de Juruena, no noroeste do estado. O investigado, de 37 anos, foi localizado na cidade de Vilhena pelas equipes da Gerência de Combate ao Crime Organizado e das Delegacias de Juína.

O autor do roubo estava sendo monitorado pelas equipes policiais de Mato Grosso e foi abordado no momento em que estacionava seu veículo, em frente à residência de seus pais, no bairro Jardim Eldorado, em Vilhena. Ele reagiu contra os policiais, que necessitaram fazer um disparo de arma de fogo atingindo a perna do criminoso. Ele foi imediatamente socorrido pelo Corpo de Bombeiros, encaminhado ao Hospital Regional de Vilhena, onde foi atendido e liberado em seguida, sendo apresentado à delegacia local, onde foram feitos os procedimentos de praxe.

A prisão contou com apoio da Delegacia Especializada em Repressão a Extorsões, Roubos e Furtos de Vilhena. O criminoso também é investigado pela Polícia Civil de Rondônia e estava com mandado em aberto decretado pela 1ª Vara da Comarca de Ji-Paraná.
 

 

Investigação

Além do roubo na cooperativa de crédito em Juruena, ocorrido no dia 03 de setembro, o criminoso é investigado por outros crimes na região noroeste do estado.

Contra ele havia também um mandado de prisão preventiva decretado pela Vara Única da Comarca de Cotriguaçu relacionado a um roubo praticado contra uma casa lotérica de Juruena, em julho deste ano. Junto com um comparsa, ele roubou valores guardados no estabelecimento.

Além dos crimes em Juruena, o preso também é suspeito de ter participado de outro roubo, contra uma joalheria em Colniza, também no mês de julho.

Roubo a cooperativa

Na noite de 03 de setembro, dois homens invadiram a residência do gerente da agência do Sicoob em Juruena e o mantiveram refém, junto com sua esposa, sob a mira de armas de fogo até a manhã do dia seguinte. Depois, os criminosos seguiram até a cooperativa, enquanto a esposa da vítima era mantida amarrada em casa, para que o gerente entregasse o dinheiro dos cofres. A ação foi frustrada com a chegada da Polícia Militar, quando os suspeitos, mantendo o gerente e outras pessoas como reféns, fugiram em um veículo roubado nas imediações da agência. Os reféns foram libertados logo após a saída do banco.

As investigações do roubo à cooperativa de crédito são conduzidas pela GCCO e as Delegacias de Juruena e de Colniza para identificar o outro envolvido nos crimes, além de possíveis colaboradores das ações criminosas. 

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes