quarta-feira, 17/04/2024
Banner animado
InícioCOMUNIDADE EM PAUTAMT é o Estado do Brasil que tem a maior proporção de...

MT é o Estado do Brasil que tem a maior proporção de homens sobre mulheres; Censo destaca também 492 pessoas com mais de 100 anos de idade

Banner animado

Safira Campos

MT tem a maior proporção de homens sobre mulheres do país, aponta Censo 2022 (Foto: Prefeitura de Cuiabá)

Nesta sexta-feira (27.10), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os novos dados do Censo Demográfico de 2022. O censo aponta que o país tinha 6 milhões de mulheres a mais do que homens em 2022, com um total de 203.080.756 de residentes estimados. A pesquisa aponta que Mato Grosso tem a maior proporção de homens sobre mulheres do país

Segundo os números, 51,5% da população do Brasil eram mulheres, totalizando 104.548.325, enquanto 48,5% eram homens, somando 98.532.431. Entre as Unidades Federativas, Mato Grosso apresentou a maior proporção, com 101,3 homens para cada 100 mulheres. Isso representa uma diferença de 23833 a mais de homens do que mulheres em Mato Grosso, onde a população feminina totaliza 1.817.408, e a masculina 1.841.241.

Outro destaque nos dados do Censo 2022 é o envelhecimento da população brasileira. O total de pessoas com 65 anos ou mais no país atingiu a marca de 22.169.101, o que corresponde a 10,9% da população. Esse número representa um aumento de 57,4% em relação a 2010, quando essa parcela da população era de 14.081.477, representando 7,4% do total. O Censo também mostra um acréscimo de 18.244 pessoas em relação à primeira apuração.

No caso de Mato Grosso, os dados apontam que 7.7% da sua população, ou seja, 282.040 pessoas, têm 65 anos ou mais, indicando que a parcela de idosos no estado é proporcionalmente maior do que a média nacional. Além disso, os dados apontam que 492 pessoas em Mato Grosso já atingiram 100 anos ou mais.

A pesquisa também revela que a faixa etária mais representativa em Mato Grosso é a de 25 a 39 anos, que abriga cerca de 24% da população do estado, totalizando 907.584 pessoas. A idade mediana no estado é de 32 anos, 3 anos a menos que a média nacional: 35. A idade mediana mais baixa entre todas as unidades federativas é de Roraima (27) e a maior é do Rio Grande do Sul (38).

“Quando olhamos para as unidades da federação, não só a queda da fecundidade irá alterar essa idade mediana, mas podemos ter um efeito também de migração, com o recebimento de pessoas de um determinado grupo etário em certos estados, principalmente dos jovens adultos, assim como naqueles estados de onde os migrantes saem. Esses fatores também impactam e ajudam a entender a idade mediana observada nas UFs e nos municípios”, analisa a gerente de Estudos e Análises da Dinâmica Demográfica do IBGE, Izabel Marri.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes