sábado, 02/03/2024
Banner animado
InícioVida e SaudeMulher emagrece 43 kg ao passar a comer em prato de sobremesa

Mulher emagrece 43 kg ao passar a comer em prato de sobremesa

Banner animado
Por:   Fonte:G1
Danielle Naccaratti chegou aos 110 kg depois de abalo emocional por morte de avó e de pai; mudança de hábitos fez com que ela chegasse aos 67 kg (Foto: Danielle Naccaratti/Arquivo pessoal)

                A cabeleireira carioca Danielle Naccaratti, de 35 anos, chegou a pesar 110 kg depois de um período difícil em que perdeu a avó e o pai em um intervalo de três meses. “Tive depressão e síndrome do pânico. Isso foi um estopim para começar a comer sem controle”, conta.

                Danielle Naccaratti chegou aos 110 kg depois de abalo emocional por morte de avó e de pai; mudança de hábitos fez com que ela chegasse aos 67 kg (Foto: Danielle Naccaratti/Arquivo pessoal)

Ela já sentia os efeitos do sobrepeso na saúde: dores nos joelhos, na coluna e cansaço intenso. Um dia, saiu chorando de uma farmácia depois de subir na balança e ver que seu peso tinha chegado a três dígitos. Em outra ocasião, constatou com tristeza que a calça número 52 já não servia mais. O episódio mais dramático, porém, foi quando acordou de madrugada para ir ao banheiro e não conseguiu levantar da cama imediatamente por causa das dores no joelho. “Não deu tempo de chegar ao banheiro. Chorei muito naquela madrugada. No dia seguinte, decidi que precisava fazer alguma coisa.”

Em março de 2014, Danielle foi a uma consulta com um endocrinologista, que explicou todas as consequências da obesidade para a saúde. “Ele disse que eu tinha uma doença instalada e que precisava de acompanhamento médico e tratamento. Então a ficha começou a cair.”

O médico recomendou uma mudança permanente nos hábitos de vida e receitou um remédio para ajudar no controle do apetite. A partir da primeira consulta, a cabeleireira passou a ter retornos mensais no especialista e considera o acompanhamento médico primordial para o processo de emagrecimento.

Até então, Danielle estava acostumada a comer seis pães por dia, a acordar no meio da madrugada para comer, a comprar seis barras de chocolate de uma só vez e a não ter limite no consumo de refrigerante. “São hábitos que você adquire e depois, para abandonar, é uma luta. A comida é um vício que acalma momentaneamente e depois faz você se arrepender.”

Prato de sobremesa
Casada e mãe de dois filhos – uma menina de 8 e um menino de 15 – Danielle sempre foi a responsável por cozinhar para a família. Prevendo que haveria protestos se ela mudasse radicalmente o cardápio de casa, ela continuou cozinhando os mesmos alimentos, com pequenas adaptações.

Sua estratégia para continuar participando das refeições em família foi trocar o prato normal por um prato de sobremesa. “Essa estratégia fez toda a diferença. Foi a ideia que eu tive para conseguir acompanhar minha família, pois não tinha tempo de fazer duas comidas diferentes, então comia tudo o que eles comiam, só que em quantidades menores: feijão, arroz, angu, costela e batata, por exemplo.”

No começo, ouviu chacotas. “Meu filho, muito brincalhão, dizia que eu ia me engasgar com tanta comida. Meu marido perguntava se aquilo era comida para borboleta. No começo, foi difícil, mas hoje não sei comer em prato grande.”

Uma das estratégias de Danielle para perder peso foi começar a comer em um prato de sobremesa (Foto: Danielle Naccaratti/Arquivo pessoal)Uma das estratégias de Danielle para perder peso foi começar a comer em um prato de sobremesa (Foto: Danielle Naccaratti/Arquivo pessoal)
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes