quarta-feira, 21/02/2024
Banner animado
InícioSocialCIDADANIANORTÃO: com programação diversificada, Encontro Estadual da Cufa coloca favela em pauta

NORTÃO: com programação diversificada, Encontro Estadual da Cufa coloca favela em pauta

Banner animado

Evento foi realizado neste final de semana e contou com a participação de várias lideranças estaduais e municipais.

BS COMUNICAÇÃO | Assessoria CUFA-MT

Com a presença de várias lideranças municipais e estaduais, foi realizado neste último final de semana o Encontro Estadual da Central Única das Favelas Mato Grosso (Cufa-MT), no auditório da Câmara Municipal de Vereadores em Marcelândia. A programação foi diversificada e contou com palestras, curso, muita diversão e apresentação esportiva. Autoridades do município e parceiros também marcaram presença no evento que colocou a favela em pauta como potência.

No sábado (11.02), o secretário adjunto da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), Jan Moura, falou sobre as ações desenvolvidas pela pasta e as políticas de incentivo à cultura em Mato Grosso. Destacou ainda a diversidade de trabalho da Central Única das Favelas.

“Cada Cufa é um universo único e vocês levam um nome só, mas quando começamos a olhar e entender melhor cada uma, percebemos que são muito diferentes uma das outras. O que torna o trabalho da Cufa tão desafiador. Como unir ideias, caminhos e pensamentos tão diferentes? Talvez o que nos une seja o desenvolvimento social, de como podemos gerar renda, emprego e transformar a realidade das comunidades onde atuamos. Na Secel, estamos de portas abertas para sonhar juntos possibilidades de um mundo melhor para todos”, declarou Jan Moura.

Quem também palestrou neste dia foi Keiko Okamura, que é superintendente do MT Criativo, um programa intersetorial de governo ligado à Secel. Ela citou umas das ações, o MT Criativo na Estrada, que visita os municípios e leva formação com um momento de conversa e de troca de informações, conhecimentos e experiências, como esse proporcionado no encontro.

“Oferecemos suporte não apenas para negócios criativos, mas também negócios sociais, que é o que vocês (Cufa) fazem para potencializar os empreendedores das comunidades. Precisamos dessa rede formada pelos gestores municipais não só com espaços e atendimento especializado, mas também com investimento local. O que fazemos também é atuação institucional com outras secretarias. Então, agradecemos a oportunidade de falar sobre cultura e economia criativa. Foi um momento muito proveitoso”, destacou Keiko.

CURSO DE ORATÓRIA – Ainda no sábado os participantes tiveram um curso de oratória com o jornalista Elias Neto, com carga horária de quatro horas e entrega de certificado. Para ele, a partir do momento em que a Cufa MT percebe a importância da comunicação para o crescimento do ser humano, ela agrega um instrumento que, ele crê, ser libertador. “A oratória e a comunicação assertiva são fundamentais para que líderes e, todos os componentes da Cufa tenham sucesso nos trabalhos sociais que são realizados pela entidade”.

DIVERSÃO – Na parte cultural, a diversão à noite ficou por conta do espetáculo circense com o palhaço Zabilim Plim Plim , encenado pelo ator Ilson Oliveira, que também é gestor cultural do Em Cena, com mais de 30 anos de atuação. Além da apresentação do grupo de capoeira da cidade. Neste dia toda a programação de palestras, curso de oratória e apresentações foram abertas ao público.

SEGUNDO DIA – Já no domingo (12.02), o evento foi reservado para as lideranças das Cufas municipais onde o presidente estadual, Anderson Zanovello, falou dos projetos em andamento que terão etapas estadual e nacional. É o caso da Taça das Favelas, o maior campeonato de futebol de campo entre favelas do mundo. E a Expofavela que está com as inscrições abertas para que empreendedores de favelas e/ou comunidades possam participar com seus negócios. Os interessados podem ser inscrever pelo link https://escoladenegociosdafavela.com.br/

A jornalista e assessora de imprensa da Cufa MT, Sandra Costa Oliveira, apresentou algumas dicas com relação a textos, fotos, vídeos, entrevistas, como manter um bom relacionamento com a imprensa local e uma comunicação ativa com público atendido e parceiros. “Foi um bate-papo muito legal onde falamos da importância da mídia e demos algumas orientações quanto à qualidade do material e das informações repassadas à imprensa”, afirmou a profissional.

Ao final, a presidente da Cufa em Marcelândia, Ozana Alves, disse que cada passo dado para o Encontro Estadual ser realizado foi com firmeza, muita garra e ajuda das pessoas que estão na linha de frente da instituição e dos parceiros. “Foram dias de muito aprendizado, cresci muito nesse encontro. Gratidão pela oportunidade”, destacou Ozana.

Para o presidente Estadual da Cufa MT, Anderson Zanovello, foram dois dias de alinhamento das estratégias entre todas as Cufas do estado. “Além disso, tivemos momento de capacitação e formação para nossos líderes e só tenho a agradecer a participação de cada um. E é claro a todos os parceiros, o Sicredi, que foi representado no evento pelo Edson Rodrigues de Morais, a vice-prefeito e secretaria de Cultura e Lazer, Rosemar Marchetti, a Câmara de Vereadores de Marcelandia e a Secel na figura do Jan e da Keiko. Além da acolhida da Cufa de Marcelândia, da Prefeitura e da Câmara de Vereadores do município por acreditar, juntos conosco, na potencialidade das favelas”, concluiu Zanovello.

ARTIGOS RELACIONADOS
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes