sábado, 02/03/2024
Banner animado
InícioNotíciasPolíticaO único que comemora a tentativa de “golpe” no 8 de janeiro

O único que comemora a tentativa de “golpe” no 8 de janeiro

Banner animado

ARTIGO

(Rodrigo Constantino, publicado no jornal Gazeta do Povo em 05 de janeiro de 2024)

“Comemorar tentativa de golpe também é crime”, alertou o ministro Alexandre de Moraes, emendando que depois não adianta reclamar que o Ministério Público é rígido demais. Não vem ao caso, aqui, voltar a questionar essa premissa de que houve mesmo uma tentativa de golpe de estado naquele fatídico 8 de janeiro. O foco é outro: quem comemora aquilo?

Foi com base naquela baderna, com ou sem infiltrados lulistas, que o sistema podre e carcomido avançou rumo à tirania. Foi sob tal pretexto que centenas foram presos por “culpa coletiva”. Foi usando o 8 de janeiro que jornalistas acabaram censurados por Alexandre de Moraes. Foi aquele dia de arruaça que alimentou as narrativas da mídia e do PT de que Lula “salvou a democracia”.

Logo, ninguém pode comemorar o 8 de janeiro, à exceção do maior beneficiado com os “atos antidemocráticos”: o defensor da “democracia relativa”, aquele que idolatra as ditaduras comunistas mundo afora há décadas. Lula, que reverencia o regime cubano, que grava vídeo de apoio ao ditador Maduro, que se inspira no modelo chinês, é o único que celebra o 8 de janeiro.

Os tucanos, claro, vão atrás feito marionetes, que é o papelão que lhes cabe na “democracia” brasileira que foi salva por um comunista corrupto em conluio com ministros supremos autoritários. Eduardo Leite já disse que vai mexer nas férias para estar presente no teatro patético, e João Amoedo elogiou a iniciativa. O que seria do comunismo sem os tucanos?

Mas voltemos ao começo: Alexandre foi categórico ao dizer que é crime também comemorar tentativa de golpe contra instituições democráticas. Vai prender quem comemorar o regime venezuelano? Vai mandar para a Papuda quem aplaude invasor de Alesp que parte para a agressão para impedir o funcionamento da democracia? Vai colocar no xilindró quem rasga a Constituição para perseguir um espectro político?

Os verdadeiros golpistas não sobrevivem sem a narrativa furada de que impediram uma tentativa de golpe – agora com o acréscimo de plano mirabolante para enforcar o próprio ministro supremo em praça pública. Tudo é tão ridículo que seria até bem cômico, não fosse trágico…

ARTIGOS RELACIONADOS
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes