sexta-feira, 01/03/2024
Banner animado
InícioNotíciasPolicialRONDA POLICIAL: Atrás das grades o dono de bar que ...

RONDA POLICIAL: Atrás das grades o dono de bar que matou um homem a golpes de facão com requinte de crueldade

Banner animado

Ele quase separou do pescoço a cabeça da vítima, deu mais 15 facãozadas e depois, segundo informação, teria lambido o sangue da arma

CASO DE POLÍCIA

O autor de um crime cometido com requintes de crueldade foi preso na operação da Segurança Pública, Carga Máxima. O trabalho é da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoas (DHPP), da Polícia Judiciária Civil, que prendeu na última sexta-feira (19.02),  Paulo da Silva Souza, 22 anos, pelo assassinato a sangue frio de um homem a golpes de facão.  

O suspeito foi preso em cumprimento de mandado de prisão temporária e está recolhido na Penitenciária Central do Estado.

A vítima, Anastácio Vieira de Araújo, 55 anos, foi assassinada no dia 16 de novembro de 2015, no bairro Altos da Serra, em Cuiabá. A vítima estava no “Bar Verde”, que era arrendado pelo suspeito e teria feito um elogio à esposa do comerciante.

“Foi um crime motivado por ciúmes, banal ocorrido em um bar. A vítima teve a cabeça quase decepada por um facão”, disse a delegada Luciani Barros.

De acordo com as investigações, testemunhas relataram que não houve discussão e nem briga. A vítima fez o elogio a mulher, o marido não gosto e logo saiu do estabelecimento. No entanto, o suspeito pegou um facão, do tipo usado no corte de cana de açúcar, e foi atrás da vítima, que recebeu o primeiro golpe na nuca, quase degolando o pescoço. Mesmo caída ao chão, à vítima ainda recebeu mais 15 golpes.

Uma testemunha contou ainda que o suspeito, depois dos golpes, ainda lambeu o facão sujo de sangue. Em seguida, passou uma motocicleta e ele foragiu tomando rumo ignorado.

Desde o crime, as investigações já tinham a qualificação do suspeito. Na ocasião, em seu bar, os policiais encontraram uma bolsa com documentos dele, munições e porções de drogas.  “Várias diligências foram feitas e ele não foi achado. Na quinta-feira deixamos intimação na casa dos pais e nesta sexta-feira ele compareceu. Demos o cumprimento da prisão na DHPP”, informou a delegada.

*************                   ********************             ****************

 

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes