quinta-feira, 07/12/2023
Banner animado
InícioNotíciasEsportesSeleção feminina goleia Chile em último jogo antes da Copa do Mundo

Seleção feminina goleia Chile em último jogo antes da Copa do Mundo

Banner animado

Brasileiras viajam segunda para Austrália e estreiam dia 24 no Mundial

AgenciaBrasil

A seleção feminina de futebol venceu o último compromisso antes da Copa do Mundo, que será disputada na Austrália e na Nova Zelândia. Neste domingo (2), as brasileiras golearam o Chile por 4 a 0, em amistoso realizado no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

A delegação brasileira embarca nesta segunda-feira (3) para a Austrália, país-sede dos jogos da primeira fase do Mundial. O voo com as jogadoras e a comissão técnica deixa o aeroporto de Brasília às 5h (horário de Brasília), com previsão de chegada em Brisbane às 18h35, no horário local, após 24 horas de viagem.

A estreia do Brasil na Copa do Mundo será no próximo dia 24, às 8h (horário de Brasília), contra o Panamá, no Estádio Hindmarsh, em Adelaide. Na primeira fase, a equipe ainda terá pela frente França e Jamaica. As brasileiras buscam um título mundial inédito.

Partida

Lelê; Antonia, Kathellen, Rafaelle e Tamires; Luana, Duda Sampaio, Geyse e Ana Vitória; Nycole e Gabi Nunes. A formação escolhida pela técnica Pia Sundhage mesclou defensoras consideradas titulares com nomes de ataque que buscam espaço na escalação ideal. Jogadoras como as meias Ary Borges, Adriana e Kerolin e as atacantes Debinha e Marta, que costumam sair jogando com a treinadora, foram preservadas e iniciaram a partida no banco.

As apostas ofensivas foram a campo determinadas a mostrar serviço e precisaram de poucos minutos para abrir o placar. Aos quatro minutos, Nycole dominou pela direita, olhou para a área e cruzou na medida para a também atacante Gabi Nunes escorar de cabeça, no ângulo da goleira Antonia Canales, que ainda encostou na bola, mas não evitou o gol brasileiro.

Brasília (DF), 02/07/2023 - Gabi Nunes comemora gol durante jogo amistoso entre as seleções de Brasil e Chile. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Gabi Nunes comemora gol durante jogo amistoso entre as seleções de Brasil e Chile – Marcelo Camargo/Agência Brasil

As chilenas tentaram responder no lance seguinte, com a atacante María José Urrutia invadindo a área pela direita e chutando, mas a goleira Lelê salvou, com a ponta dos dedos. O Brasil, no entanto, seguiu dominante, utilizando as laterais do campo para atacar. Aos 14, após cruzamento e corte parcial da zaga do Chile, a volante Luana encontrou Geyse, no lado direito da área. A atacante finalizou de primeira, mas, sem ângulo, mandou para fora.

O Chile assustou novamente aos 23 minutos, em cobrança de falta da volante Karen Araya, pela esquerda, que parou no travessão. Desta vez, porém, as brasileiras não desperdiçaram a chance de aumentar a fatura. Aos 28, a lateral Antonia recebeu na direita e cruzou de primeira. A meia Duda Sampaio, de cabeça, no meio da área, mandou para as redes.

A pressão verde e amarela não arrefeceu com a vantagem. Aos 34, a zaga chilena afastou a falta cobrada na área e Luana pegou a sobra na meia-lua. A camisa 5, livre, teve tranquilidade para dominar a bola e chutar no ângulo esquerdo de Canales, que nada pôde fazer. O quarto quase saiu aos 43, em chute cruzado de Antonia, pela direita, que saiu rente à trave direita.

As brasileiras mantiveram o controle das ações na volta do intervalo, infernizando as chilenas pelos lados do campo. Aos quatro minutos, a seleção canarinho ampliou. A lateral Tamires cruzou pela esquerda e Geyse, de cabeça, sozinha, anotou o quarto gol.

A partir dos 12 minutos, Pia começou a rodar a equipe. A meia Ana Vitória deu lugar à zagueira Mônica, enquanto Geyse saiu para a entrada da atacante Andressa Alves. Na defesa, Lauren entrou na vaga de Kathellen. Aos 25, a mudança foi Nycole por Kerolin. Três minutos depois, o Mané Garrincha foi ao delírio com Marta em campo, substituindo Rafaelle e assumindo a braçadeira de capitã, que estava com a zagueira.

As trocas, de ambos os lados, diminuíram a intensidade da partida. Mesmo assim, o Brasil seguiu soberano, buscando aumentar a vantagem, ainda que sem a organização do primeiro tempo. Após o apito final, aplausos dos quase 16 mil torcedores presentes no estádio. Agora, é Copa do Mundo.

Edição: Aline Leal

Imagem ilustrativa destacada/divulgação

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes