quinta-feira, 29/02/2024
Banner animado
InícioGeralEconomiaMato Grosso recebe segunda parcela do FEX 2015, no valor de...

Mato Grosso recebe segunda parcela do FEX 2015, no valor de R$ 105,3 milhões

Banner animado
PLUMA CONTABILIDADE
PLUMA CONTABILIDADE

 

Gcom-MT

Camila Cecílio | Sefaz-MT 

               O Governo de Mato Grosso recebeu nesta terça-feira (03.05) a segunda parcela do Auxílio Financeiro para Fomento às Exportações (FEX) de 2015, no valor de R$ 105,3 milhões. A primeira parcela foi paga no começo do mês de abril e a terceira e última está prevista para junho, conforme consta na Medida Provisória nº 720, oficializada pelo Governo Federal em março.

                   Ao todo, a União devia para Mato Grosso R$ 421,2 milhões do FEX referente ao ano passado. Desse total, 75% fica com o Estado e 25% é destinado aos municípios – um montante de R$ 105,3 milhões. Já o Auxílio Financeiro de 2016, que contabiliza R$ 391,7 milhões, continua sem previsão de pagamento.

                      O secretário de Fazenda, Paulo Brustolin vem cobrando o repasse do recurso desde o ano passado, quando a União pagou o FEX de 2014 em quatro vezes (setembro, outubro, novembro e dezembro). “Mato Grosso está recebendo o FEX de 2015 a conta gotas, sendo que já deveríamos estar recebendo o de 2016”, critica Brustolin. 

                 O recebimento do FEX de 2015 é resultado do esforço empenhado por Brustolin e o governador Pedro Taques, que desde o ano passado vem cobrando o pagamento do recurso para o Estado, inclusive com várias viagens a Brasília para tratar do assunto junto à Secretaria do Tesouro Nacional (STN).

FEX

                   O Auxílio de Fomento às Exportações é uma compensação feita pelo Governo Federal aos estados beneficiados com a Lei Kandir, que desonera o ICMS sobre exportações de produtos primários e semielaborados. Os valores devidos a Mato Grosso referentes a 2015 e 2016 somam quase R$ 1 bilhão.

Os valores a serem recebidos pelo pagamento do FEX ajudarão a manter os principais compromissos do Estado em dia, preocupação crescente do Governo diante da crise econômica que atinge todo o país.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes