segunda-feira, 04/03/2024
Banner animado
InícioSocialCIDADANIAA verdade sobre a nova identidade com chip inserido na pele

A verdade sobre a nova identidade com chip inserido na pele

Banner animado

   Um dos boatos que mais  tem assustado as pessoas em todo o mundo,  principalmente os brasileiros, é o que diz que serão implantados uma nova identidade com chip inserido na pele como forma de identificação do cidadão, os famosos e famigerados “Chip Mondex“

                      Quando se fala em chips implantados na pele, imediatamente se faz uma associação com a biblia, especialmente no livro do Apocalipse, em que existem descrições da “Marca da Besta” – algo que pode ser entendido como um método de compras e vendas que só se tornará realidade com a aprovação de um governador mundial que deve ter sua marca registrada em todas as pessoas vivas, especialmente na mão ou no rosto delas.

                        Desde 2011 circula na internet o boato de que a Presidente Dilma iria implantar o chip nos brasileiros a partir de 2015, e como estamos em 2015, não é de se estranhar que o assunto tenha voltado a moda com sites sensacionalistas afirmando que os brasileiros serão convocados por carta para trocarem as antigas cédulas de identidade pelas novas.

Será verdade que o governo irá obrigar os brasileiros

a usarem chip como forma de identidade?

                    Sim, é verdade, mas não da forma como estão pensando. A nova carteira de identidade terá sim um chip, mas ele não será implantado na pele, será implantado na carteira. O que irá ocorrer é uma troca da cédula de identidade (RG) pelo novo cartão do Registro de Identidade Civil (RIC) com chip. 

(Se já observaram, os cartões bancários também têm chip…)

              O RIC, número único de registro de identidade civil disponível por meio de um cartão magnético com a impressão digital e um chip, promete pôr fim à necessidade de o brasileiro portar vários documentos, como carteira de identidade (RG), CPF, título de eleitor e PIS/Pasep.

                                 O novo documento terá como informações obrigatórias nome, sexo, data de nascimento, foto, filiação, naturalidade, assinatura, impressão digital do indicador direito, órgão emissor, local e data de expedição, além da data de validade do cartão. Já o antigo número de RG, título de eleitor e CPF serão optativos, bem como o tipo sanguíneo e a condição de ser ou não doador de órgãos.

Identidade com chip:

identidade com chip

 Verdade Absoluta

 

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes