sábado, 02/03/2024
Banner animado
InícioNotíciasPolíticaContribuinte pode destinar 3% de imposto para Fundo da Infância

Contribuinte pode destinar 3% de imposto para Fundo da Infância

Banner animado

Contribuição não onera contribuinte e auxilia crianças e adolescentes

Priscilla Vilela | Setas-MT 

Mayke Toscano – GCom/MT

A destinação de apenas 3% do Imposto de Renda para o Fundo da Infância e Adolescência (Fia) pode mudar a vida de várias crianças e adolescentes. Esse foi o lema defendido pelo Conselho Estadual da Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca) durante o lançamento da campanha para garantia do recurso, nesta segunda-feira (07), em Cuiabá.

A presidente do Cedca, Annelyse Cândido, explica que além dos 20% que todo contribuinte tem direito de abater no ato da declaração anual do Imposto de Renda é legal destinar 3% desse valor para o Fia. O pequeno ato, pondera Annelyse, viabiliza a criação de ações para coibir violência contra o público infantil.

Para ter direito à isenção basta que o contribuinte selecione no sistema da declaração a ficha específica sobre a doação ao Fia. O ato da destinação, apesar de simples, ainda não é muito conhecido pela população, conforme destaca a primeira-dama de Mato Grosso e coordenadora do Núcleo de Ações Voluntárias, Samira Martins.

Para isso, argumenta Samira, é necessário que todos os contabilistas atuem de forma parceira ao Cedca, sempre informando a seus clientes de que é possível escolher que os 3% da arrecadação sejam aplicados em benfeitorias para o setor no próprio Estado. O Conselho Regional de Contabilidade (CRC) já é parceiro da campanha.

“Cerca de 80% das declarações passam pelas mãos de vocês, então, é fundamental que nós tenhamos essa ajuda. É preciso que vocês contadores, informem seus clientes sobre a existência da opção, porque infelizmente muita gente não sabe que ela existe. Eu mesma não sabia. E isso pode mudar a vida de muitas crianças e adolescentes”, ressaltou Samira.

O secretário de Estado de Trabalho e Assistência Social, Valdiney de Arruda, lembrou que esta é uma oportunidade única de todos contribuírem diretamente para melhoria da qualidade de vida da criança e do adolescente. “Essa é uma oportunidade de fazer esses recursos ficarem aqui, auxiliando quem tanto necessita”, observou o gestor.

“Cada cidadão é muito importante nessa campanha. Quem faz essa opção, irá ajudar muitos jovens sem causar qualquer prejuízo financeiro para si. Então, nos ajudem a propagar a existência desse fundo “, ponderou o governador Pedro Taques ao destacar a importância do auxílio para ações de proteção à criança e adolescente.

A campanha é uma realização do Cedca-MT em parceria com a Secretaria de Estado, Trabalho e Assistência Social (Setas), CRC-MT, Associação das Primeiras Damas de Mato Grosso (APDM), Núcleo de Ações Voluntárias, Prefeituras e Receita Federal.

Para doar

O período para declaração do imposto de renda vai até 30 de abril e todo contribuinte tem direito de destinar os 3% para o Fundo da Infância, bastando indicar no ato a destinação. A presidente do CRC-MT, Sílvia Cavalcante, solicita a todos os contabilistas de Mato Grosso a participarem efetivamente da campanha informando a existência da opção.

“Sejam multiplicadores dessa campanha para que o Fia se fortaleça. Esse é o apelo que fazemos. Vamos levar para dentro das empresas e de nossos escritórios essa possibilidade”, disse.

O Fundo da Infância e Adolescência (CNPJ – 37.499.613/0001-25) é gerido pelo Cedca e fiscalizado pelo Tribunal de Contas, Controladoria Geral do Estado e pelo Ministério Público de Mato Grosso, como forma de transparência das doações recebidas. 

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes