terça-feira, 16/04/2024
Banner animado
InícioAGRONOTÍCIASMeio AmbienteMT está em alerta para temporal com fortes chuvas, rajadas de...

MT está em alerta para temporal com fortes chuvas, rajadas de ventos e até granizo 

Banner animado

Na região metropolitana, o recém-criado comitê de crise climática está de sobreaviso

Institutos de meteorologia e consultorias para análise do clima emitiram novos alertas para chuva severa em parte do estado de Mato Grosso, causando rajadas de ventos de até 100 km/h. A chegada da frente fria é acompanhada por boletins em tempo real pela Energisa, que está fornecendo os dados aos órgãos de segurança, entre eles Corpo de Bombeiros e Defesa Civil de Mato Grosso. A previsão é que as regiões de Cáceres e Rondonópolis sejam atingidas durante a tarde de sábado (18.11). No domingo, há a previsão de temporal na Grande Cuiabá.

Na região metropolitana, o recém-criado comitê de crise climática está de sobreaviso. O grupo é coordenado pelo Comando Regional I do Corpo de Bombeiros em parceira com o Gabinete de Gestão Integrada da Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso. Além da Energisa, reúne as Defesas Civis de Cuiabá e Várzea Grande e secretarias de trânsito das duas cidades. Dependendo da criticidade, o comitê poderá se reunir no Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciosp).

“Nós sabemos que essa frente fria já causou grandes estragos em outros estados, com enchentes, quedas de árvores, danos a redes elétricas e deslizamentos de encostas em São Paulo, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Por isso, nós já estamos com um olhar atento para ter equipes de sobreaviso e agindo de forma integrada, destacou a coordenadora do Gabinete de Gestão Integrada, a tenente-coronel Monalisa Furlan.

chuva vendaval Cuiabá
(Foto: Luiz Alves / Prefeitura de Cuiabá)

A comandante do Corpo de Bombeiros na região metropolitana, Sheila Sebalhos, reforça que a população também pode fazer sua parte evitando situações de risco. “Pra enfrentar crises climáticas que geram um aumento abrupto de ocorrências, nós precisamos de união. É importante que todos evitem transitar em períodos de tempestade e quedas de raios, principalmente em regiões alagadas, trechos de rios e cachoeiras ou descampados. O mais correto é que em caso de risco, seja buscado um local seguro e abrigado”, orientou a tenente-coronel.

Outro reforço que está sendo feito por gestores da Energisa é o repasse dados do clima para prefeituras. A companhia faz esse acompanhamento para se preparar para possíveis danos a rede elétrica. De acordo com a consultora e meteorologista Ana Paula Paes, o temporal deve surgir a partir do encontro da grande massa de ar quente que cobre o centro-oeste com zonas de instabilidade vindas do sul.

Equipes já estão em atenção em todas as regiões de Mato Grosso, já que até segunda-feira a previsão é que mais cidades do Norte, Oeste e Araguaia sejam impactadas pela chuva, ainda que de forma mais moderada. “Havendo descarga elétrica ou chuva forte, é preciso ter ainda mais atenção com a rede elétrica. Se você viu cabo partido, estruturas de energia derrubadas pelo vento, isole a área e nunca toque nos fios. Além disso, chame a Energisa ou faça contato direto no CIOSP pelo 193”, reforçou José Nelson Quadrado, gerente de operações da Energisa.

Previsão meteorológica

Depois de uma forte onda de calor nos últimos dias, o fim de semana terá ocorrência de chuva forte em áreas de Mato Grosso e em outros estados das regiões Sudeste e Centro-Oeste do Brasil. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), no domingo (19), o volume de chuva em 24 horas pode passar de 100 milímetros (mm) em algumas áreas. 

O calor forte, combinado com o aumento do teor de umidade e ventos fortes vai potencializar a ocorrência de temporais localizados, com rajadas de vento e queda de granizo em Mato Grosso, São Paulo, no Triângulo Mineiro e na faixa oeste e sul de Minas Gerais, além do Rio de Janeiro, Goiás e Distrito Federal.

No sábado (18), com a aproximação de uma frente fria pelo litoral da Região Sudeste, pode haver temporais com rajadas de vento, podendo variar entre 80 km/h e 100 km/h. Pode haver queda de granizo no sul de Mato Grosso do Sul, São Paulo, sul de Minas Gerais e no Rio de Janeiro.

No domingo (19), os temporais podem se espalhar pela área central do país por causa do aumento da umidade pelo continente, aliado a atmosfera fortemente quente, úmida e instável.

Entre domingo e próxima segunda-feira (20), a previsão indica a ocorrência de grandes volumes de chuva em São Paulo, especialmente no centro-norte do estado, capital e Região Metropolitana, na faixa litorânea e região do Vale do Paraíba, no sul de Minas Gerais, na região da Zona da Mata mineira e no Rio de Janeiro.

Da redação

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes