domingo, 14/04/2024
Banner animado
InícioAGRONOTÍCIASAgronegócioPapa na COP? Governador do Pará convida Francisco a visitar Belém

Papa na COP? Governador do Pará convida Francisco a visitar Belém

Banner animado

Helder destacou que, em sua visita, o papa Francisco poderá “conhecer in loco o que tem sido feito pelo Pará em prol da preservação da floresta amazônica

POR GUILHERME NANNINI/PlanetaCampo

O governador do Pará, Helder Barbalho, participou, nesta quarta-feira (18), de um encontro com o papa Francisco, no Vaticano.

Na ocasião, o chefe do Executivo Estadual convidou o sumo pontífice a visitar Belém durante um evento religioso que irá ocorrer antes da Conferência das Partes, a COP 30, que será realizada em novembro de 2025, e conheça o que tem sido feito pelo Pará em prol da preservação da floresta amazônica

Papa na COP

Agência Pará, Papa

Foto: Agência Pará

Ao lado do arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, o governador do Pará ressaltou que a visita do líder da igreja católica ao Pará será exemplo e importante gesto para a região, em um momento em que a agenda climática é cada vez mais crucial.

“É uma grande honra representar o Pará, a Amazônia e o Brasil e encontrar o Santo Padre e falar sobre a Amazônia. Ele que tanto tem demonstrado a sua preocupação com as urgências climáticas para cuidar das pessoas que vivem na nossa região e o chamamento para cuidar das pessoas que vivem em nossa região. E aqui, tive a oportunidade de convidá-lo, junto com Dom Alberto Taveira, nosso arcebispo metropolitano de Belém, para que o Papa Francisco possa ir à Amazônia dialogar com os amazônidas e com os nossos povos tradicionais, para que possamos construir juntos uma Amazônia sustentável, que cuide da floresta, do clima e das pessoas”, disse o governador.

“Momento muito emocionante de poder falar com o Santo Padre sobre a Amazônia, sobre a floresta, mostrar aquilo que estamos realizando para preservar o meio ambiente e cuidar das pessoas, conhecendo a nossa realidade e construindo conosco as soluções. Com a mobilização do Santo Padre, teremos uma Amazônia cada vez mais forte e um Brasil vitorioso”, destacou Helder Barbalho.

Na ocasião, o chefe do Executivo Estadual presenteou o pontífice com uma imagem de Nossa Senhora de Nazaré, padroeira dos paraenses, feita exclusivamente para o Círio 2023. A imagem tem 25 cm de altura, 20 cm de largura e 12 cm de profundidade, é feita de argila líquida extraída da ilha de Caratateua, no distrito de Outeiro, em Belém, e contém ainda barro terracota, encontrado no município de Santo Antônio do Tauá.

Coberta por um manto que traz o grafismo de escorpião, presente na cultura marajoara, a produção de cerâmica traz inúmeras referências que esbanjam criatividade e inovação.

O governador também presenteou a autoridade máxima da igreja católica com 1,5 cm da corda utilizada no Círio deste ano, fabricada no Pará pela primeira vez em 231 anos de festividade religiosa, e também com o Livro do Círio, publicação de 220 páginas que retrata as procissões, história, cultura, arte, gastronomia e eventos da maior manifestação de fé católica do Brasil.

“Poder presentear o Santo Papa com a imagem de Nossa Senhora de Nazaré, com a corda do Círio, poder falar sobre o maior evento religioso religioso católico do Brasil. Este é um momento único e especial de um encontro espiritual singular”, disse Helder Barbalho.

Pará

Belém Do Pará, Cop

Foto: MTUR

O governador destacou que, em sua visita, o papa Francisco poderá “conhecer in loco o que tem sido feito pelo Pará em prol da preservação da floresta amazônica, como atestam os índices de desmatamento ilegal, da emissão de gases do efeito estufa, de recuperação de terras degradadas e de iniciativas para o florescimento da bioeconomia, da agricultura sustentável e da transição energética”.

“Pude falar ao papa sobre a COP, que será realizada em Belém em 2025 e também conversamos sobre a Amazônia. O papa tem, desde o Sínodo em 2019, demonstrado a sua preocupação e também no último dia 4 de outubro, quando a Santa Igreja, na encíclica, aborda as urgências climáticas, e o Santo Padre tem sido um grande líder em defesa do desenvolvimento sustentável, da Amazônia, da floresta e de seus povos”, explicou.

Helder Barbalho frisou ainda que a realização da COP 30, em Belém, atribui maior peso ao papel do Pará e dos demais estados da região na preservação da Amazônia.

Posicionamento frente à crise climática

Agência Pará, Papa

Foto: Agência Pará

No início deste mês, o papa Francisco redigiu a carta “Laudate Deum”, em que pede uma reposta à crise climática diante dos sinais das mudanças no clima cada vez mais evidentes. Em 6 capítulos e 73 parágrafos, considerando a COP28 em Dubai, que ocorrerá em dois meses, o papa fez um apelo à corresponsabilidade diante da emergência das mudanças climáticas, em um dos “maiores desafios que a sociedade e a comunidade global enfrentam”.

No documento, o pontífice ressaltou que os efeitos das alterações climáticas recaem sobre as pessoas mais vulneráveis e pediu que autoridades ajam diante desse cenário.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes