segunda-feira, 04/03/2024
Banner animado
InícioNotíciasEducaçãoÚltimos dias para inscrições na Olimpíada de Língua Portuguesa

Últimos dias para inscrições na Olimpíada de Língua Portuguesa

Banner animado
Data limite é 30 de abril, quando também se encerra o prazo para secretarias municipais de educação aderirem. Mato Grosso contabiliza 134 municípios participantes e 2.702 trabalhos inscritos, até o momento.

Viviane Saggin | Seduc-MT 

Últimos dias para inscrições na 5ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa

Últimos dias para inscrições na 5ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa

                     Professores que querem participar da 5ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro têm até a meia-noite do dia 30 de abril, sábado, para fazer a inscrição. Também nesse dia se encerra o prazo para as secretarias municipais de Educação fazerem a adesão.

Podem se inscrever professores da rede pública e estudantes, nas categorias Poema (5º e 6º anos do Ensino Fundamental); Memórias Literárias (7º e 8º anos do Ensino Fundamental); Crônica (9º ano do Ensino Fundamental e 1º ano do Ensino Médio); e Artigo de Opinião (2º e 3º anos do Ensino Médio).

É importante lembrar que sem a adesão oficial do secretário ou dirigente de educação do município, feita na página específica do Portal Escrevendo o Futuro, nenhum professor da rede, mesmo que tenha se inscrito, poderá participar. Professores das redes estaduais e federal inscritos já estão com a participação garantida pois todos os estados já aderiram e o Ministério da Educação é um dos promotores da Olimpíada.

Até o momento, o evento conta com mais de 40 mil professores inscritos em 22 mil escolas municipais, estaduais e federais. Cerca de 75% dos municípios brasileiros já aderiram, sendo Ceará, Acre, Roraima, Amapá e Rio Grande do Norte os primeiros estados a atingirem 100% das cidades participando. Amazonas, Espírito Santo, Rondônia e Mato Grosso também caminham para ter a totalidade de seus municípios no Programa.

Escrevendo o Futuro

Iniciativa do Ministério da Educação e da Fundação Itaú Social, com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária, o Escrevendo o Futuro é um programa de formação exclusivo para educadores e professores que trabalham com língua portuguesa em escolas públicas de todo o país. O concurso da Olimpíada é sua ação de maior abrangência, quando professores também podem colocar em prática com suas turmas a metodologia do programa.

Trata-se de uma ação de larga escala que contribui com o ensino de língua portuguesa na escola pública, explica Cida Laginestra, coordenadora do programa. Ela reforça a importância de as secretarias realizarem a adesão, permitindo a participação de professores e estudantes. “Temos recebido inscrições de professores de municípios em que o (a) secretário (a) de educação ainda não fez a adesão – que é condição para que os profissionais da rede de ensino tenham a inscrição validada e possam enviar os textos de seus alunos, mostrando o trabalho que realizam”, afirmou.

Outro alerta que a equipe do Escrevendo o Futuro faz aos professores é sobre a verificação da inscrição. “Muitos professores estão se cadastrando em nosso Portal e achando que assim já estariam, automaticamente, inscritos na 5ª edição da Olimpíada. Mas é preciso atenção: não basta apenas se cadastrar no Portal, é necessário fazer a inscrição no formulário da Olimpíada, disponível na página específica do concurso destinada a isso. Ao finalizar a inscrição o (a) professor (a) precisa receber a confirmação, enviada para o e-mail cadastrado no momento da inscrição”, explicou Mariana Garcia, coordenadora do Portal Escrevendo o Futuro. Ela sugere aos professores que se inscreveram, que verifiquem seus nomes no Mapa das Inscrições. Caso não encontre, pode ser um sinal que a inscrição na Olimpíada não foi realizada.

Mato Grosso

Em Mato Grosso, 134 secretarias municipais de Educação fizeram a adesão até o momento. Ao todo, já se inscreveram 1.093 professores, de 561 escolas, sendo seis federais, 311 estaduais e 244 municipais.

A coordenadora estadual da Olimpíada, Gláucia Ribeiro, da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc), informa que 2.702 trabalhos foram inscritos, nas quatro categorias, sendo 452 Artigos de Opinião; 624 Crônicas; 796 Memórias Literárias; e 834 Poemas.

De acordo com ela, a avaliação dos textos começa na comissão escolar, que faz a seleção das melhores produções entre 10 e 19 de agosto. “Nas etapas municipal e estadual, são escolhidos os 500 trabalhos (125 de cada gênero) que irão para a semifinal. Os grupos divididos por gêneros temáticos participam de encontros regionais, onde recebem medalhas de bronze e livros”, informa.

Para a final, que será em dezembro, em Brasília (DF), serão selecionados 152 textos, 38 de cada gênero. Os finalistas recebem medalha de prata, tablet e R$ 350 em vale para a compra de livros. Serão cinco ganhadores de cada categoria, que receberão uma medalha de ouro, além de notebook, impressora e laboratórios de informática para suas escolas.

As comissões julgadoras são formadas por representantes de pais e alunos, membros da comunidade, especialistas de universidades, representantes de instituições parceiras, do MEC e da Fundação Itaú Social.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes