terça-feira, 18/06/2024
Banner animado
InícioCOMUNIDADE EM PAUTAVÍDEO: Padre Morde Fiel Durante Tentativa de Tirar Hóstias da Sua...

VÍDEO: Padre Morde Fiel Durante Tentativa de Tirar Hóstias da Sua Mão

Banner animado

A confusão se deu quando o padre perguntou se ela havia se confessado anteriormente, ela respondeu: “Não é da sua conta”.

Um padre em Florida foi acusado de morder uma mulher durante uma disputa que ocorreu durante uma missa dominical, o que pode resultar em acusações de agressão, de acordo com informações da NBC News. O incidente ocorreu na Igreja St. Thomas Aquinas em St. Cloud, aproximadamente 48 quilômetros ao sul de Orlando, durante um serviço religioso às 10:00 horas locais.

A mulher, que não foi identificada, compareceu ao serviço com a intenção de receber a Comunhão, mas, de acordo com um comunicado da Diocese de Orlando, o Reverendo Fidel Rodríguez comunicou que ela não havia cumprido os requisitos prévios para recebê-la e, em vez disso, deu-lhe uma bênção. Duas horas depois, a mulher tentou novamente e, desta vez, quando o padre perguntou se ela havia se confessado anteriormente, ela respondeu: “Não é da sua conta”.

Em determinado momento, durante essa segunda tentativa, a mulher colocou a mão no recipiente das hóstias sagradas, esmagando-as. Rodríguez, que só tinha uma mão livre, lutou com a mulher para resgatar as hóstias. Segundo o comunicado da diocese, “a mulher empurrou o padre Rodríguez, que então a mordeu na mão para que soltasse as hóstias que estava segurando”.

A polícia investigou o incidente e o padre Rodríguez foi acusado de agressão em uma declaração juramentada. A mulher alegou à polícia que o padre tentou “forçar” a hóstia em sua boca depois de se irritar porque ela não havia cumprido os requisitos necessários para receber a comunhão. Além disso, ela disse que ele a segurou e mordeu seu braço enquanto tentava pegar uma hóstia.

Por sua vez, o padre afirmou à polícia que a mulher o atacou primeiro e que ele estava apenas tentando proteger a santidade. Em seu relatório, ele disse que mordê-la “foi a única maneira que me ocorreu de tirar sua mão foi morder seu braço”.

A Diocese de Orlando, ao explicar a posição do padre, disse: “O padre Rodríguez respondeu de uma maneira destinada a proteger a Sagrada Comunhão deste ato sacrílego”. Eles acrescentaram que, embora não aprovem brigas físicas, acreditam que a ação do padre foi em defesa da hóstia sagrada, “que é considerada ‘a fonte e o ápice’ da fé e do culto”.

Nos vídeos fornecidos por testemunhas e revisados pela polícia, conforme a NBC News e o New York Post, o confronto entre a mulher e o reverendo Rodríguez foi documentado. A mulher insistiu que “o padre tentou forçar a hóstia em sua boca e, ao se recusar, a mordeu”.

O reverendo Rodríguez, segundo as gravações fornecidas à polícia, negou que houvesse algum preconceito em relação à identidade ou vestimenta da mulher, como foi rumorado. Rodríguez comentou: “Não julgo ninguém”.

WFTV relatou que a diocese não tinha informações sobre o histórico da mulher. A diocese enfatizou que “não é algo que alguém possa pedir arbitrariamente e não é simplesmente uma ‘bolacha’, como a denunciante a chamou”.

Por fim, o bispo Felipe Estévez da Diocese de Orlando expressou que a situação é lamentável e que os fatos estão sendo investigados para determinar os próximos passos. Ele acrescentou que a diocese valoriza e respeita o processo judicial, mas também destaca a necessidade de proteger a integridade dos sacramentos.

Fonte:GazetaBrasil

ARTIGOS RELACIONADOS
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes