terça-feira, 16/04/2024
Banner animado
InícioTRANSPORTESEstado assina convênios com BB de R$ 720 mi para obras em...

Estado assina convênios com BB de R$ 720 mi para obras em rodovias

Banner animado

JOÃO BOSQUO Secom-MT

O governador Silval Barbosa assinou na tarde desta segunda-feira (27), na sede da Superintendência do Banco do Brasil, convênios que totalizam R$ 720 milhões para construções de pontes de concreto e recuperação de estradas dentro dos programas Pró-Concreto (Pontes) e Pró-restauração (rodovias). O prazo de pagamento desses novos empréstimos é de 20 anos e carência de cinco anos. O Governo de Mato Grosso só começará a desembolsar a partir de 2019, conforme autorização da Secretaria do Tesouro Nacional (STN). 

Silval Barbosa destacou que o novo financiamento vai contemplar um programa “bastante arrojado de substituição de pontes de madeira e complementar o MT Integrado. As pontes de madeira que, todos os anos, durante o período de chuva, apresentam problemas, agora serão substituídas por pontes de concreto”. Serão R$ 470 milhões para a construção de 230 pontes em diversas regiões do estado onde programa é realizado. E outros R$ 250 milhões para restauração de rodovias, aquelas que estão bem desgastadas, algumas com mais de 30 anos. 

“Estamos assinando esses empréstimos com o Banco do Brasil, com juros bastante acessíveis, com prazo de 25 anos, sendo cinco de carência. O próximo governador, Pedro Taques, vai construir essas pontes e não vai fazer pagamento de nenhuma parcela”, completou Silval explicando que as negociações com o Banco do Brasil iniciaram em 2011 e que os convênios somente foram autorizados agora, após licitação do projeto. Em seguida houve a liberação das licenças ambientais. Depois de licitadas as obras foram buscadas as linhas de financiamento. 

O superintendente do Banco do Brasil em Mato Grosso, Luís Carlos Moscardi, disse que o ato de assinatura deixa-o feliz enquanto agente público por poder contribuir com o Estado, senão para resolver todos os seus problemas, ao menos em parte a questão da logística. “É uma alegria não ser apenas um repassador de recursos, mas parceiro de um governo preocupado com o escoamento da produção, de trafegabilidade de um estado de dimensões continentais”, assinalou. 

Atualmente em Mato Grosso existem 3.200 pontes de madeira e essa primeira parte do programa irá substituir 230 nas rodovias contempladas com o MT Integrado. Segundo o secretário de Transporte e Pavimentação Urbana, Cinésio Oliveira, 12 rodovias estão com o piso bastante danificado, com mais de 30 anos de uso. Como exemplo citou as rodovias entre Jaciara, Dom Aquino e Campo Verde e entre Primavera e Paranatinga. “As obras já estão licitadas e agora, com a assinatura do termo de financiamento, os projetos serão encaminhados ao Banco do Brasil. A expectativa é que algumas delas possam começar ainda este ano.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!
- Anúncio -
Banner animado

MAIS LIDAS

Comentários Recentes